Reeducandos do Ipat iniciam novos cursos ofertados pela Seap
20/05/2022 15:32 em Segurança

Iniciativa faz parte do projeto Núcleo de Aprendizado Profissional

 

Nesta semana, pessoas privadas de liberdade (PPLs) do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), localizado no Km 08 da rodovia BR-174, iniciaram os cursos de pintura predial e horticultura. A qualificação faz parte de parceria entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) e a empresa terceirizada RH Multi, e tem como objetivo gerar oportunidades para os reeducandos.

 

Ao todo, 30 PPLs estão recebendo as capacitações, sendo 15 do curso de horticultura, no qual são abordados temas como preparo do solo para adubação orgânica, métodos de semeadura, cultivares, época de plantio e formação de mudas. Os outros 15 reeducandos se qualificam no curso de pintura predial, com conteúdo voltado para pinturas de paredes e tetos, trinchas e ferramentas e o conceito funcional de acabamento decorativo e rolos.

 

Os cursos têm duração de aproximadamente um mês, com carga horária média de 80 horas, onde os internos receberão certificação ao final.

 

 

“Continuamos trabalhando incansavelmente para gerar oportunidade às Pessoas Privadas de Liberdade. Os cursos de qualificação têm um papel de suma importância para o processo de remissão e, além disso, gera expectativas de um futuro promissor”, destacou o coronel Paulo Cesar, secretário titular da Seap.

 

O interno Anderson (nome fictício) relata como as qualificações estão proporcionando oportunidades para ele. “Aprender coisas novas e positivas é muito importante para nós que estamos dentro do sistema, agora posso colocar em prática tudo que aprendi com o curso de pintura, e vejo que isso vai me gerar grandes oportunidades lá fora”, disse.

 

“Participar desse curso me ensinou que o que eu planto hoje irei colher amanhã, agora só quero plantar coisas positivas e mudar minha vida daqui pra frente, aqui e fora do sistema. Agora sei como funciona todo o processo da horta e como dar mais valor a natureza também”, afirmou o reeducando Moisés (nome fictício).

 

FOTOS: Divulgação/Seap

*Redação: blogjrnews.com

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!